Colorização Digital - Perguntas e Respostas



Tenho certeza de que você, amante dos quadrinhos, já pensou várias vezes em alguma forma de conseguir trabalhar no mercado que tanto ama. Mas sempre existem muitas dúvidas de como ingressar no mercado, e que tipo de trabalho você pode exercer. Por isso resolvemos trazer o nosso professor de Colorização para Histórias em Quadrinhos, Matheus Huve, para responder algumas perguntas e tentar trazer uma luz no fim do caminho para você.



Professor Matheus Huve

Quem é. Idade, faculdade, experiência.

Me chamo Matheus Huve, tenho 24 anos, curso a faculdade de Artes Visuais e trabalho com colorização digital de quadrinhos há pouco mais de 2 anos.


Qual o objetivo da colorização?

- Contar a história através das cores.


Qual a diferença entre pintura digital e colorização?

- Acredito que tenham mais similaridades do que diferenças. Mas posso dizer que, em maioria, a pintura trabalha com manchas que trazem forma a arte. A colorização se utiliza de um desenho preestabelecido para atuar.


Precisa ser no photoshop?

- Não. No meio digital podem ser utilizados outros programas como o Corel draw, MedibBang, ProCreate, etc. E no meio tradicional pode ser utilizados diversos meios, como aquarela, gouache, tinta acrílica, lápis de cor, etc.


Quanto tempo leva para colorir um desenho?

- Depende do tipo de arte (se são páginas, ilustrações, quantidade de personagens, etc) e do artista. Eu levo, em média, 3 horas por páginas


Quantas horas por dia você trabalha?

- Em média 8-10 horas por dia


Como foi que começou?

- Histórias em Quadrinhos sempre foi uma paixão na minha vida. Sempre pratiquei desenho e comecei a perceber a colorização como um ótimo meio de entrar no mercado. Busquei informações na internet e com profissionais da área para entender mais sobre o assunto. A partir disso comecei a estudar muito e tentar contato com editoras.


Fez curso para colorir?

- Sim. Dois ótimos coloristas me ensinaram muito e agregaram no conhecimento que tenho hoje. São eles, Rainer Petter e Dijjo Lima.


Como você escolhe as cores, é aleatório?

- Nunca é aleatório. Eu sempre me baseio, primeiramente, no que o roteiro está pedindo. Ambientação, iluminação, uniformes dos personagens, clima e sentimentos. Após isso eu me apoio nas diversas possibilidades da teoria de cores e círculo cromático e, também, escalas tonais, para criar minha paleta de cores.


Ganha em dólar?

- Sim. Com uso do PayPal para realizar as transições


Precisa saber falar inglês?

- Não sou fluente mas possuo uma boa bagagem. O Google tradutor ajuda em muitos momentos.


Como consigo começar nesse mercado?

- Primeiramente estudando muito. Consequentemente você ganhará qualidade, velocidade e um certo ritmo de produção. Com isso você terá material para criar seu portfólio, que será o seu principal meio de atrair clientes. Quando tiver seu portfólio, você poderá enviar para editoras e agentes que irão avaliar seu trabalho e divulgar para potenciais clientes.


Precisa de mesa digitalizadora?

- Para o trabalho com colorização é fundamental. O mouse se utiliza de velocidade para o manuseio e você irá precisar menos de velocidade e mais precisão para ter uma melhor produção.


Alguma é melhor? Precisa ser aquelas que tem tela?

- A Wacom possui boas mesas digitalizadoras em sua linha de entrada e costumam ser um bom custo benefício. Hoje em dia também é possível encontrar marcas chinesas com preços bons com boa qualidade também, como a Huion. Mas não é necessário que o equipamento seja o display interativo, nem os mais caros.


Você trabalha sozinho?

- Normalmente sim. Os únicos momentos que não trabalho sozinho é no contato com os clientes ou quando contrato um profissional assistente para auxiliar nas páginas.


Como é o processo de colorização?

- Primeiro recebo o roteiro e as páginas em preto e branco. Após ler o roteiro eu preparo as páginas, fazendo alguma limpeza que for necessária e os flats, que são as divisões de cores para cada elemento da arte. Geralmente nessa etapa é contratado um assistente, chamado flatter. Após isso se dá o início da colorização: criar a paleta de cores, trabalhar luz e sombra e efeitos que forem necessários. Com a página pronta, envio uma amostra para o cliente fazer a aprovação.



Se você acha que a colorização digital é um bom caminho para entrar no mercado e busca entender melhor como tudo funciona e se profissionalizar, venha participar do nosso curso de Colorização para Hqs com o professor Matheus Huve clicando aqui.




Posts recentes

Ver tudo
WOLVERINE WEB-01.png

Bora fazer uma aula grátis de desenho realista? É online, é ao vivo e é muito fácil de fazer.

nos siga nas redes

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
SNORLAX.jpg

Já aproveitou conhece a nossa página de downloads para estudantes de desenho?

NÃO!? Vai logo então.

conheça nossos cursos

Mangá e Quadrinhos Realismo | Colorização para Hq

PA NOVA MARCA-01.png

páginas

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Pinterest